Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mãe do Martim

O que muda com a chegada de um filho?

 

O que muda com a chegada de um filho

 

O que mudou com a chegada de um filho? É um dos muitos temas de conversa quando estou com amigas ou recém mamas.

Um filho traz muitas mudanças na vida da mãe, e do casal. Nem todas são assim tão visíveis, muitas manifestam se mais na nossa forma de ver a vida, nosso comportamento, nossa visão da vida e tudo o que nos rodeia.

No meu caso o que mudou com a chegada do primeiro filho? Bem mudou muita coisa, algumas que até a mim me supreenderam.

 

Podemos começar pela mudança de prioridades, isto é, o Martim está sempre em primeiro, as suas necessidades, seu futuro são o nosso principal objectivo hoje e sempre.

Outras das modificações, que considero que foram boas para todos cá em casa, foram na alimentação, quando comecei a preparar as primeiras sopas, foi ponto de viragem, comecei a ter mais cuidados em relação a preparacão da refeicões, optei por investir mais em alimentos mais saudáveis e mais cuidado na confecão da mesma.

 

Os medos começaram aparecer, agora basta uma viagem de avião para pensar duas vezes, já não ando a mesma velocidade, não consigo andar numa montanha russa, ou lançar me de cabeça num novo desafio profissional. Passei a racionalizar mais estas coisas que parecem tão simples.

O medo de não estar presente, quando me filho precisar de mim, durante o seu crescimento é dos maiores medos que tenho.

Tornei-me mais lamechas, mais do que já era, o que é dificil!

 

Apreendi que tudo se faz, com um bocadinho de organização. Podemos rentabilizar mais o tempo de forma a dar atenção ao filhote, sem esquecer da vida de casal e de mim como mulher.

Sim, é possivel arranjar tempo para namorar, nem que seja um bocadinho enquanto filhote dorme. É preciso é querer!

Estes são algumas das principais mudanças que senti com nascimento do Martim.

O que muda com a chegada de um filho

E com é no vosso caso, o que mudou com a chegada de um filho? Ou não mudou nada?

 

Quando se deve retirar as fraldas?

Quando se deve retirar as fraldas?

 

 

Quando se deve retirar as fraldas? Ainda é das questões que mais ouço falar entre mães. Mas será que existe uma idade ideal para começarmos a retirar a fralda? Bem, na minha opiniao não. Cada criança tem um desenvolvimento e maturidade diferente.

E por isso mesmo devemos estar atentos alguns sinais antes de iniciar todo este processo.

O Martim assim que fez os dois anos, eu achei que era seria a altura ideial para iniciar esta aventura, comecei por comprar o redutor, roupa, cuecas. Todo um enxoval para esta nova fase.

 Assim que começei percebi que o Martim nao tinha maturidade suficiente para iniciar esta aventura.

Martim não percebia sequer que estava a fazer xixi, chorava quando fazia xixi, pedia para por a fralda.

 

Nessa altura percebi, que a minha ansiedade era tanta que acabei por prejudicado-lo, porque no fundo não era o momento certo para o Martim.

Não sei se fiz a escolha certa ou não mas parei o processo por uns tempos, até porque na escola tambem me alertaram que não era o melhor momento.

 

Agora após alguns meses decidi recomeçar esta aventura, com uma atitude diferente, sem pressas. Começo por levar o Martim a sanita quando acorda, após as refeicoes e antes de ir deitar. São os momentos que considero mais importantes.

Quando saímos ainda leva a fralde. Este processo será gradual e sem pressas.

Já levei um saco para a escola com muitos calções, cuecas com bonequinhos, uns crocs para estarmos em simultâneo a iniciar o desfralde.

 

Esta altura acaba por ser mais fácil, a nivel de logistica, porque as crianças podem andar sem calçoes, apenas de cueca, usar uns crocs por exemplo, e é bem mais fácil de conseguirmos também em casa tratar das inúmeras mudas de roupa que vamos ter todos os dias para lavar .

Quando meto o Martim na sanita dou lhe uma história ou um brinquedo para o entreter um bocadinho, faço uma grande festa quando ele faz xixi, deixo limpar o rabinho  com papel higiénico e faço questão de estar presente, nunca o deixo sozinho.

 

Sei que ainda temos um longo caminho pela frente, mas acho que desta forma mais descontraída chegaremos longe!

 

E para voçes quando se deve retirar as fraldas? Tem dicas de desfralde para partilhar comigo?

Mais sobre mim

Subscreve a newsletter

* indicates required

Blogs de Portugal

blogs de portugal

Google Analytics